Fechar

A importância do tratamento e monitoramento do efluente

< Voltar

A água é um dos recursos naturais mais importantes, pois é uma das necessidades básicas da vida humana. Importante para vários fins, usos domésticos e também industriais, ela é usada principalmente para beber.  Embora seja encontrada em abundância na natureza, a maior parte está contaminada e, portanto, precisa ser tratada para que possa ser utilizada.

O tratamento da água contaminada pode ser feito em Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) que limpam os efluentes da indústria, para que a água dos rios e lagos que foram poluídos possam ser recicladas em uso posterior. Desta forma, a água é reciclada e conservada. Está tecnicamente provado que qualquer tipo de poluente pode ser removido desse efluente pelo uso da estação de tratamento.

As ETEs possuem grande papel a desempenhar na limpeza da água contaminada e poluída antes de devolvê-lo ao meio ambiente. Sem essas Estações de Tratamento, não poderíamos obter água limpa para uso doméstico. Vale ressaltar que o tratamento desses efluentes depende do tipo de indústria. 

Tipos de efluentes

  • Efluentes líquidos

O efluente líquido possui origem doméstica. É tudo que resulta das atividades poluentes humanas, como por exemplo: água da torneira, descargas de vasos sanitários, pias, chuveiros, lavagem de roupas, pisos e etc.

  • Efluentes industriais

De origem industrial, sua composição depende do ramo da empresa. Esses devem ser tratados, pois podem resultar em efluentes reutilizáveis ou em material carregado de compostos tóxicos.

O monitoramento de efluentes

Para o monitoramento de efluentes é necessária a coleta de amostras e análises laboratoriais (sendo elas dividas em: Físicos, Químicos, Cromatografia Gasosa, Líquida e Eletroquímica), para a avaliar a toxicidade dos efluentes industriais e o quanto é prejudicial para a saúde humana e o ecossistemas. Após analises, há um acompanhamento das variáveis ambientais, com o objetivo de identificar e avaliar todas as condições do efluente, além de analisar sua variação temporal.

O tratamento 

Há muitos benefícios com o tratamento de efluentes, como armazenamento de água limpa, novas pesquisas e melhorias. O tratamento é de extrema importância, pois evita-se a contaminação do solo, ar, rios, lagos e oceanos. Existem certos passos para esse tratamento:

  • Pré-tratamento;
  • Tratamento primário: onde acontece a remoção de materiais grosseiros, sólidos em suspensão, sólidos sedimentáveis, matéria orgânica e ajuste de PH;
  • Tratamento secundário: decomposição de carboidratos, degradação biológica de compostos orgânicos e lipídios e proteínas;
  • Tratamento terciário: remoção de fósforo e o nitrogênio de compostos tóxicos e contaminantes para a desinfecção.

Cada etapa tem um procedimento diferente a seguir e os efluentes são tratados usando a última forma de tecnologia avançada. O tratamento de efluentes industriais varia de acordo com o agente poluente e da quantidade dos contaminantes presentes.


A equipe da Metha Controle de Qualidade é altamente capacitada para realizar Análise/monitoramento de eflluentes. 
Se deseja mais informações ou solicitar um orçamento - fale conosco: clique aqui

Metha Controle de Qualidade

Rua Diamante, 900, Bairro Arvoredo II Contagem - MG

Telefones: (31) 3354-7670 ou (31) 3357-6632

  • Todos os direitos reservados